Energia solar pode movimentar barcos na Amazônia
O projeto Voadeira Solar, desenvolvido com apoio financeiro de diversos programas, é uma alternativa energética para a movimentação de pequenas embarcações na Amazônia. Trata-se de um modelo de embarcação que utiliza a energia solar como combustível, por meio de painéis fotovoltaicos (dispositivos utilizados para converter a energia da luz do Sol em energia elétrica) localizados na cobertura do veículo.

Em primeira escala, o projeto visa atender atividades que são de uso cotidiano no campo e normalmente executados por moradores do interior com rabetas (canoas com motores de popa), como deslocamento de agentes de saúde, professores, agentes de defesa ambiental, agentes de praia que preservam a desova de quelônios (tabuleiros). Todos passariam a se movimentar sem o consumo de combustível e, consequentemente, sem emissão de poluentes.

As placas solares também tornam os passeios mais agradáveis, pois possibilitam que os tripulantes se desloquem protegidos do Sol e sem o elevado ruído do motor. O modelo também será avaliado para servir passeios turísticos, mais silenciosos e sem fumaça.

Via Tn Petróleo

 

 



   
Newslleter
CADASTRE-SE E RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL